terça-feira, 31 de maio de 2011

Hoje

Hoje vai ser um daqueles dias... Nem mais nem menos, mais um daqueles dias em que tudo parece vindo de outro mundo. Ainda agora acordei, já tenho dor de cabeça com a quantidade de variáveis com que tenho que brincar hoje. É daqueles dias perfeitos para meter o sorriso postiço (que estava guardado na gaveta) na cara, não falar muito e fingir que está tudo bem esperando que chegue depressa o fim do dia. Que chegue depressa e me traga sonhos doces. Me traga sonhos doces e me faça ser uma melhor pessoa amanhã...

2 comentários:

Pedro José disse...

"Haverá sempre um amanhã" =)

Forte abraço!

Rute disse...

O que vale é que a merda vai para onde pertence. Para a sanita! E depois despeja-se o autocolismo.

Passa rápido zé. Verás ;) *****