terça-feira, 8 de julho de 2008

Merecer

In july
i spread my wings
but why?

Mais um dia, mais uma pequena descoberta, mais uma certeza, mais um bocado que cai.
Agora é ficar sozinho que importa, agora é amar quem mais ama, porque quem mais ama, quem sabe amar é quem menos é amado.
Quem mais ama é quem deve ser amado.
Amar não é pecado.
Amar é descobrir.
Amar só por amar.

Guardar dentro de uma caixinha, como uma pessoa tao importante para mim diz, os bons bocados. Os maus? É para isso que reciclamos em casa.
Monster Love. Cada um só tem o que merece. E sinto-me bem por merecer o que sinto.
Porque sei que consigo amar... mesmo sozinho.

2 comentários:

GotchyaYinYang disse...

Os bons bocados numa caixinha, os maus para reciclar... assim mesmo.

Fenix disse...

Bonita visão. Eu também penso assim. É muito bom quando conseguimos chegar áquela fase em que guardamos o que é bom e não pensamos no mal, ficamos felizes porque sentimos e fomos felizes por um tempo, e sabemos que voltaremos a ser felizes um dia.
Beijocas!