sábado, 26 de maio de 2007

Legumes

Pensei em legumes, legumes na minha vida. Vou começar a comer mais legumes. Queres saber porquê? Porque nós somos todos insignificantes, somos apenas grãos de areia numa praia infinita em tamanho e beleza. Mas se somos tão insignificantes, porque razão teremos sentimentos tão maiores que nós próprios? São tao maiores que nós. Não cabem dentro de nós. Que mania temos? Que raio de pessoa sou eu? Sou tão insignificante como qualquer outro, mas o meu coração teima em rasgar-me o peito, a minha cabeça teima em tentar domá-lo. Então faço sofrer as pessoas, e o que acontece? Eu sofro talvez mais que a pessoa a quem fiz sofrer. Eu sofro pelo que sinto, sofro pelo que fiz sentir, sofro por não conseguir mudar. Não sou um mártir. Sou demasiado apaixonado pela vida e pelo sonho para ver qualquer pessoa ser magoada, especialmente por mim. Mas eu não tive hipótese.

2 comentários:

Rute disse...

O problema disto tudo é que mesmo quando queremos fincar o pé, ficamos tristes à mesma poruque magoamos alguem que nos magoou a nos. Principalmente quando é alguem que gostamos... =S

Oh well, porra para a cabeça!

A little secret... Quando não gosto.. Adooooooooorooooo ver mal quem me fezs a mim mal. Principalmente quando nem fazemos nada por isso.

A vida acaba por tomar partido e "castigar" quem faz mal. Duma maneira ou de outra.
Nunca tiveste a sensação que tudo o que fizeste de mal voltou contra ti 2x pior? Secalhar é só de mim. Mas já senti isso na pele demasiadas vezes. Aprendi a lição. Agora delicio-me a ver o rumo natural das coisas acontecer.

Mas prontos, a parte feito. Acho que não tens de olhar para tras. Assim ficas sempre com um pé preso, quando são precisos os 2 para andar em frente. Podes sempre contar com uma puxadela dos amigos ;)

bjcas***

Firefly disse...

Por vezes a vida castiga, mas custa tanto na mesma... especialmente quando gostas mesmo da pessoa, mas n tens outra hipotese... tens razao =)
beijoca ***