quinta-feira, 24 de maio de 2007

Heart-shaped Star

Numa altura, todos sentimos, todos mechemos, tudo nos obriga a seguir memso sem querermos. Temos um caminho, quando para trás ficou uma encruzilhada. Quanto tempo demorámos nessa encruzilhada? Será que isso realmente importa? Será que somos mais crescidos depois de passar? E se tivermos lá indefinidamente em vez de seguir o caminho? Tudo o que senti hoje, tudo o que se passou, tudo o que ficou para trás. Importa? Porque será que implodi? ...

You Star

I can't see your star
I can't see your star
Though I patiently waited, bedside, for the death of today
I can't see your star
The mechanical lights of Lisbon frightened it away

And I'm alone now
Me and all I stood for
We're wandering now
All in parts in pieces, swim lonely
Find your own way out

I can't see your star
I can't see your star
How can the darkness feel so wrong?

So far away
Its growing colder without your love
Why can't you feel me calling your name?
Can't break the silence
It's breaking me

All my fears turn to rage
(...)

Lyrics by Amy Lee

Sei que provavelmente já fiz um post com esta letra, sei que pouca gente gosta, sei muita coisa. Não faço nada. De qualquer forma, é isto que vai dentro da minha cabeça hoje. É isto que não quero... E eu ainda sonho... Terei que ser eu?

3 comentários:

xtr3m disse...

e tu ainda sonhas...
se calhar eu tbm.

Firefly disse...

sonhas... sonhamos... muitas coisas k deviamos ter dito, e nao temos coragem...

Rute disse...

Epah, isso tens é de ganhar coragem! Aperta os tomates com forçaa vais ver que os tens!!! LOL. =p (epah que estupides. Hoje estou demasiado troll para este blog.)

Mas prontos. Eu sei que isso vai passar. Como eu digo sempre (e pareço uma velha a falar, porque não é a 1ª vez que digo isto hoje) O medo desaparece quando o olhas nos olhos. Não te deixes dominar por ele. Este é só mais um obstaculo, bem menos, tenho a certeza, do que outros que já ultrapassaste ;)