sexta-feira, 20 de abril de 2012

A nostalgia

As memórias enchem-me de nostalgia, rompem-me a raiz com sentidos e sentimentos, palavras e frases, cheiros e sabores, imagens e luzes. 'Vive o momento' é algo que nunca compreenderei, não se enquadra de todo no ser humano, feito de todas as coisas passadas e presentes, reage a estímulos no momento, sim, mas com tudo o que o passado lhe ensinou. As imagens continuam lá, perdidas e levadas, para outro local qualquer, mas nunca as deixamos totalmente, não as queremos deixar, elas pertencem-nos e são partes de nós. E quando nos criamos, e nos recriamos, fazemo-lo sempre com tudo o que somos, porque nunca seremos tão diferentes na nossa essência como aquilo que desejaríamos ser. Apenas podemos ser mais. Muito mais do que aquilo que somos.

4 comentários:

GotchyaYinYang disse...

Adorei este texto. Mas não é a expressão "vive o momento" um apelo à acção e ao abraço de opurtunidades? Nunca fiquei com a ideia que "vive o momento" implicava "sem ligar ao passado".

Firefly disse...

O que eu queria dizer é que o passado é uma espécie de amarra para viver totalmente o presente... E que apesar de não podermos ser totalmente diferentes do que somos, podemos sempre ser mais...

GotchyaYinYang disse...

*oportunidades

Sim, compreendo o que queres dizer. E concordo plenamente. Amarra é a palavra certa. E podermos sempre ser mais é também uma excelente premissa.

marionetainquieta disse...

Excelente desmistificação de um dos mais populares e enganadores slogans da auto-ajuda ;) adorei!