segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

Praia

Não sei por onde começar a descrever o que quer que seja. Sei que estou numa praia. De noite. Uma praia, o tempo bom, céu estrelado, lua bem grande a reflectir sobre as águas que não param. O meu barco é leve, tão leve que o levo até ao mar. Vou remar para o meio do oceano. O brilho das estrelas reflecte nas águas, deixo as raizes longe na encosta da praia. Sonho com sonhos antigos, penso, observo, falo, explico. Sei que não posso estar onde queria tanto estar neste momento. Um momento que dói. Eterno sonhador, pedaços do coração que voam. Aqui posso gritar, mas não o faço, porque quero gritar com voces. Aqui posso chorar, mas também não o faço, porque aqui não é o sitio para o fazer. Estou triste, tão triste por não saber que fazer, por ter as mãos atadas, quando tudo o que queria fazer era abraçar-vos, e dizer que a dor passa... Um dia passa... Sinto-vos perto do meu coração. Voces sabem que sim. Com voces eu fui eu próprio num instante, aprendi e cresci. Soube o que era amar de forma diferente. Soube o que era dar tudo de mim. E por isso vos digo, independentemente de tudo o que se tenha passado, vamos continuar a ser o que fomos, o que somos, o que eramos. Um dia de cada vez... Guardo-vos juntinho ao meu coração... Não existe outro sitio para voces, senão cá dentro, no quentinho. E aguardo pelo momento em que vos poderei abraçar com força... 

4 comentários:

Rute disse...

Posso remar nesse oceano para junto da tua estrela?

Firefly disse...

Sempre...

GotchyaYinYang disse...

Uma praia... onde tudo começou, onde tudo brilha, onde a areia nos aquece e a música nos envolve...

Espero que a dor passe sim... crescemos todos juntos. Todos nos ajudamos e ajudámos a crescer. Porque a nossa amizade e amor manter-se-á.

Obrigada padrinho. Por tudo.

Anônimo disse...

Just let it take you (just let it take you)
Oh, let it steer
Just let it take you (just let it take you)
Oh, this is easy...