segunda-feira, 5 de março de 2007

Culmatando

E culmatando o post anterior, a praia é linda. O mar é lindo. Aquela tarde foi maravilhosa, foi o melhor que tive até hoje. O Sol não estava lá, mas pareceu tao natural, que não foi preciso mapa, porque cheguei la... acompanhado. Agora perdi o meu mapa. Não existe razões para ficar triste, muito menos chorar. O mapa já não existe, digo eu para mim próprio. Foi com as marés para longe. Tento acreditar nisso, porque sei não precisar dele. No entanto perguntam-me, se realmente eu precisava do mapa, e eu respondo que realmente talvez não precise realmente. Mas não é isso, e não o perdi agora, e não o achei assim. O mapa existia pa me dar confiança, porque eu estava acompanhado e sabia-o. Não precisava dele pa chegar a lado nenhum, porque tinha-te a ti. No entanto perdi ambos. Não que eu nao saiba o caminho de cor. Talvez mais salteado que outra coisa. Mas pq o caminho até ao Sol queima.

2 comentários:

e.t. disse...

Tens uma forma muito bonita de te expressar! Gosto das metáforas que utilizaste para descrever os teus sentimentos. Claro, fiz a minha interpretação pessoal deste post e do anterior...mas não vou passar pa palavras porque podia ficar muito longe do que kizeste dizer =P

Mas sem duvida alguma...tá lindo!

Hugzz =)

Firefly disse...

ok.... muito obrigado... mas como podes ver foi escrito ás 3 pancadas! mas obrigado por teres gasto o tempo a ler o k escrevi, e especialmente a tentar perceber pq o escrevi. =)

Abraço!